Pintura colorida para o quarto do bebê

Pintura colorida para o quarto do bebê

Criadores do Instagram de decoração @apto.21, Camila e Pablo são um casal apaixonado por decoração e tudo que envolve criar, inovar e colocar a mão na massa. Em uma live do #SuvinilNaSuaCasa, eles mostraram em primeira mão o quarto da Liz, a mais nova integrante da família que está prestes a chegar, e tudo por trás das cores escolhidas para as paredes - que se destacaram com uma pintura artística de folhas feita à mão.

Além disso, o casal recebeu várias dicas do Fernando Granado, pintor profissional, que foram essenciais para transformar essa ideia inovadora em algo concreto.

Escolha as cores ideais para o quarto do bebê.

O Pablo e a Camila optaram usar a Suvinil Criativa por conta de sua praticidade. “As tintas são ideais para quem está em casa e pensa em inovar e pintar uma parede sozinho, porque já vem pronta, não tem cheiro e não respinga”, conta Camila.

“A parte mais divertida para nós foi a escolha das cores”, comenta Pablo. “A gente quis trazer a cor do ano da Suvinil, Mantra, como protagonista do quarto. Outra cor que usamos muito também foi Pedra Rosada com efeito Cimento Queimado, pintamos o teto com ela e acabou sendo uma decisão essencial para deixar o quarto com a delicadeza que queríamos.”

Além das duas cores predominantes, Pablo e Camila escolheram as cores Pudim de Leite, Contemplação, Rosa-talco e Azul-infinito para fazer a pintura de um padrão de folhas, que imitou uma estampa de papel de parede, mas tudo foi feito com tinta. Para fazer o caule dessa plantinha pintada à mão, o casal usou a cor Pedra Rosada com o efeito Cimento Queimado novamente. A ideia que guiou a escolha dessas tonalidades, foi a de trazer um clima de leveza e calma, que representasse pureza e inocência, sem usar cores tradicionalmente mais infantis ou femininas, como tonalidades fortes de rosa.

Faça uma pintura usando técnica com esponja

O destaque do quarto do bebê certamente são as folhas pintadas. Sobre as cores para um quarto de menina, Camila comenta: “Não queria seguir o convencional de usar rosa, mas ainda queria que fosse delicado. Procurei vários papéis de parede, mas não me identifiquei com nenhum. Eu queria que ele tivesse nosso estilo, que é muito voltado ao afetivo e a ter uma história por trás”. Foi assim que ela e Pablo, colocaram a mão na massa, e fizeram a pintura por conta própria.

Para o molde das folhas da plantinha, eles usaram sulfite A4. Para pintar, usaram uma esponja limpa e foram alternando entre as cores até preencher todo “caule”. “Foram mais de 400 folhinhas no final, mas o efeito é bem único e gostamos bastante de como ficou”, finaliza Camila.

Apesar de ser bastante trabalhoso, o resultado final é autêntico e com muita história para contar! Que tal tentar o mesmo em sua casa?

Se quiser ver todo o processo, assista o vídeo abaixo com o passo-a-passo.

Produtos e Cores relacionadas ao texto

Você pode recuperar a sua senha em poucos passos.

Digite o e-mail cadastrado e logo, logo você receberá nossas instruções para cadastrar uma nova senha.

Cadastro

Eu li e concordo com os
Termos de Uso & Política de Privacidade